Notícias

HIDS será tema de especialização oferecida pela FEC

Foi aprovada na última reunião do Conselho Universitário (Consu), do dia 31 de março, a proposta de criação e oferecimento do Curso de Especialização em Arquitetura, Urbanismo e Engenharia Civil.

A nova especialização tem como objetivo o aperfeiçoamento profissional de alunos graduados nas áreas de Arquitetura, Urbanismo e Engenharia Civil. De acordo com a professora da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC), Gabriela Celani, o curso segue uma tendência que já acontece em escolas de arquitetura como a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) e da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (UFBA) onde foram criados programas de residência para jovens recém-graduados para atender demandas e projetos específicos. “Assim, dependendo das demandas da Universidade, em cada oferecimento do curso, haverá um tema, disciplinas, forma de financiamento e corpo docente específicos”, explicou Celani. “A Unicamp, por meio da Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (DEPI), está implementando o Plano Diretor Integrado e também está coordenando a criação do Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável (HIDS). Os dois projetos representam excelentes oportunidades de aperfeiçoamento profissional a partir de exemplos concretos”, disse.

A professora Gabriela Celani, uma das idealizadoras do novo curso de especialização da FEC/Foto: Antonio Scapinetti

A primeira turma da nova especialização vai trabalhar no desenvolvimento de um master plan para a área onde será criado o HIDS, no Pólo II do Ciatec. O curso terá como tema o Projeto Urbano e seu objetivo será formar profissionais preparados para atuar em equipes multidisciplinares no desenvolvimento de projetos urbanos baseados nas premissas do desenvolvimento sustentável, considerando questões de ecologia, geologia, economia, topografia, drenagem, paisagem e patrimônio, e incorporando novas tecnologias de infra-estrutura energética e hidro-sanitária, mobilidade, gestão de resíduos, agricultura urbana, adensamento populacional, Habitação de Interesse Social (HIS), uso misto, terceiros lugares, inovação e empreendedorismo.

Os alunos desenvolverão a parte prática do curso junto aos escritórios de projetos da Unicamp e para isso poderão receber uma bolsa. Cada oferecimento terá a duração de um ano, com 30 dias de férias, com carga horária teórica de 360 horas e prática de 810 horas.

No momento os professores do programa estão definindo o cronograma das atividades relacionadas à primeira turma.

Por Patricia Mariuzzo

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.