Notícias

Prefeitura assina convênio para criação da Zona Franca do Conhecimento

O prefeito Jonas Donizette assinou, na manhã desta terça-feira, 22 de dezembro, em cerimônia virtual, o convênio para a criação do “Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável de Campinas” (Hids) ou “Zona Franca do Conhecimento”. O Hids propõe um distrito modelo de desenvolvimento urbano sustentável e inteligente na forma de laboratório vivo.
“Campinas é uma das poucas cidades que têm potencial para um projeto como este. Esta etapa de planejamento é fundamental para quando, de fato, for efetivado, ter sucesso na implantação e dar muitos frutos. Todas as áreas estão sendo abordadas nesse projeto, como preservação ambiental, energia limpa e direitos humanos, por exemplo. O projeto do Hids engloba todas as áreas, envolvendo a cidade como um todo. Uma cidade inteligente vai além da parte tecnológica, é necessário reverter isso em qualidade de vida à população.”, disse o prefeito, Jonas Donizette.
Também participaram do evento, o prefeito eleito, Dário Saadi; o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel; e a diretora de turismo, Alexandra Caprioli, entre outros. O coordenador do Hids, Marco Aurélio Pinheiro de Lima, fez a apresentação do projeto, que pode ser visto no www.hids.unicamp.br
“Este projeto é fundamental e uma iniciativa importante. Campinas tem vocação para tecnologia e desenvolvimento sustentável e o Hids será fundamental para fortalecer e firmar a cidade nesse patamar.”, disse o prefeito eleito, Dário Saadi.
A proposta também é promover a urbanização do território integrada à natureza e aos objetivos para o desenvolvimento sustentável da agenda global estabelecida pela ONU.
A área de planejamento do hub envolve os campi da Unicamp (incluindo Fazenda Argentina), da PUC-Campinas, da Facamp e de todo o território do Ciatec II – Polo de Alta Tecnologia, com 8,8 milhões de metros quadrados, totalizando 11,3 milhões de metros quadrados.
“É um projeto que tem muitos desafios, envolve universidades, governos e empresas. Tenho certeza de que será de muita qualidade e um marco para Campinas e região. Que esse polo possa ser um espelho para outras cidades, do Brasil e do mundo.”, considerou o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel.
O Hids está sendo planejado com um complexo de laboratórios vivos no qual governo, empresas, universidades e instituições de pesquisa formarão parcerias para testar tecnologias e/ou produtos que auxiliem no cumprimento dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, com forte potencial para encomendas específicas de governos, de diversas esferas, em temas estratégicos, como água, energia, mobilidade e resíduos.
Para apoiar o processo de elaboração de um master plan do Hids, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) está investindo US$ 1 milhão, por meio de um convênio com a Prefeitura de Campinas e a Unicamp. Uma equipe de planejamento, coordenada pela Unicamp, já deu início à elaboração desse plano.
A ocupação dessa área é uma oportunidade de explorar iniciativas para promover, atender e incentivar a agenda 2030, da ONU (Organização das Nações Unidas), com os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável.
No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.